Futilidade dos jornalistas do Miss Universo fazendo um desfavor às mulheres

O concurso de Miss Universo faz de tudo mostrar que não é só um concurso de beleza. Fazem perguntas às participantes sobre política, economia e outros assuntos, mostram que elas estudam, trabalham, têm suas profissões, fazem trabalho voluntário e, ainda por cima, são lindas! O concurso deveria se chamar "Miss-tudo-de-bom!" - com o exclamação junto.

Porém, infelizmente ninguém comentou "uau, como fulana é inteligente!". O assunto mais comentado do momento, é sobre o corpo da Miss Canadá. Jornalistas dizendo que ela está "cheinha", na televisão, na internet, para uma audiência imensa de mulheres! E os pobres mortais comentando que ela está ótima nas redes sociais, mas ninguém vê.

Há menos de 1 semana, escrevi sobre harmonia corporal, que é mais importante que o peso. Fiz um texto para valorizar a auto-estima das minhas seguidoras e usei uma foto de uma modelo plus size linda para ilustrar. Aí vem um concurso importante desse, mostrando uma modelo com um corpo ótimo? Comemorei por alguns instantes o reforço no meu trabalho educativo. E o que acontece? Elogios? Não? ela é chamada de gorda até por parte de jornalistas brasileiros, justo aqui onde as curvas são tão valorizadas. 

Quando os repórteres perguntaram-na como se sentia em relação ao peso, por ser uma competidora tão mais "cheia" que as demais, ela respondeu: "Eu me sinto ótima. Essa competição é mais do que nossas aparências. É sobre ser confortável com quem você é, sobre compartilhar uma mensagem que é importante para você". Depois desta, deveria ter ganhado o concurso! Há 2 dias, escreveu no instagram: "Esta é a geração da diversidade corporal. Está na hora de começar a trabalharmos juntos para redefinir a visão global sobre a beleza." E agradeceu o apoio de todos. #sierabearchellmerepresenta 

Não deixe a futilidade estragar a sua auto-estima. Diante das circunstâncias, vou reforçar o que escrevi: "Há beleza em todos os padrões, das magrinhas às cheinhas, não se mate por um biotipo que não é o seu, ame seu corpo seguindo a sua harmonia!?. Opinião sincera de uma cirurgiã plástica que, provavelmente, entende mais de beleza do que certos jornalistas.

Assuntos relacionados: outros