Terapia antienvelhecimento

O CFM - Conselho Federal de Medicina, se posicionou sobre alguns assuntos polêmicos como dieta do HCG e outros métodos "milagrosos", hormônios bioidênticos, terapias antienvelhecimento, anticâncer, etc. Aos poucos, vou passar para vocês o que foi definido oficialmente pelo CRM, após extensas discussões e revisões bibliográficas, sobre as diferentes "novidades" do que vemos por aí.

Sobre terapias antienvelhecimento ou "medicina antiaging", o órgão veda veementemente o uso, propaganda e divulgação de tais terapias por não ter comprovação científica. Os médicos que não acatarem a decisão estão sujeitos às penalidades previstas em processos ético-profissionais. Além disto, estes colegas ficam conhecidos como "picaretas" entre a classe médica que estuda e entende sobre a relevância científica dos estudos.

Para quem não conhece, a Terapia Antienvelhecimento ficou conhecida por ser uma técnica que usa a reposição hormonal, ultimamente com hormônios bioidênticos, a suplementação com antioxidantes, vitaminas e sais minerais, além de outras medidas propostas pelos que a prescrevem. Segundo o CRM, o tratamento sem a devida indicação, ou seja, se o paciente não tiver hipofunção glandular, possui efeitos colaterais, coloca a saúde do paciente em risco e pode causar dependência, além de não garantir o benefício prometido.

O envelhecimento é um processo natural e, tentar retardá-lo desta forma, é uma escolha contraditória, especialmente por trazer prejuízos à nossa saúde. Todos nós sabemos qual o melhor caminho para termos uma vida longínqua e com qualidade. Dietas malucas, comprimidos e terapias antienvelhecimento não adiantarão quando temos hábitos alimentares nada saudáveis e uma vida sedentária.

Assuntos relacionados: outros, segurança